Como ter sucesso na gestão de uma rede de franquias

Por Thiago Rufino

O sistema de franchising é uma realidade já consolidada no Brasil, a cada ano que passa o segmento só aumenta e as feiras e eventos do setor recebem novas marcas prontas e formatadas. Mas o que poucas pessoas que estão querendo entrar nesse mercado percebem é que existem muitos desafios na gestão do negócio, embora se tenha um número considerável de empreendedores querendo investir em sua marca, o coordenar uma rede de franquias é algo bem mais complexo do que gerenciar algumas unidades próprias.

 

Ter uma boa ideia, abrir uma loja piloto de sucesso que comprove que o negócio é realmente bom e procurar uma boa consultoria para formatar o modelo da franquia e ajudar no processo de franqueabilidade. Tudo isso é parte do caminho necessário para ter uma rede de franquias de sucesso, mas tem mais pontos chaves que precisam ser observados e levados em consideração, principalmente depois que a rede cresceu em tamanho e número de unidades.

 

Selecionei seis passos fundamentais para uma boa gestão de rede, confira abaixo:

 

#1 Plano de Expansão

Esse talvez esse seja o mais importante de todos. Saber quais os passos dará em direção ao crescimento e novas unidades.  Para a franquia ter sucesso ela precisa de um plano de expansão claro e bem definido. O crescimento em espiral sempre é o mais recomendável, pois assim será mais fácil dar o suporte para as franquias.

 

#2 Plano de Marketing

Ser conhecida e reconhecida pela cliente final. Este é um dos princípios para que a rede de franquias seja sustentável ao médio e longo prazo. Com um plano de marketing estruturado e pensado para levar o cliente até os pontos de venda a franqueadora faz com que as unidades atinjam seus resultados mais rápidos.

 

#3 Logística

Esse ponto é fundamental, pois entregar os produtos e insumos é parte do processo de manter a unidade funcionando e vendendo. Além de ser também um dos principais requisitos para a padronização da rede. Se a logística não for bem pensada e executada com certeza a franqueado terá a dificuldade no abastecimento das franquias e consequentemente problemas com a imagem da rede. No Brasil alguns produtos são muito regionais e não conseguem atender de forma ampla, e com isso inviabiliza um plano de expansão mais agressivo.

 

#4 Desenvolvimento de produtos

Diferenciais e exclusividade são peças chaves esse quesito. IO mercado é muito dinâmico e o consumidor cada dia mais exigente. É necessário sempre acompanhar as tendências e estar antenado ao que o cliente final busca. Porém, na hora de desenvolver novos produtos a franqueadora não se perder e pra isso precisa estar atenta ao seu DNA e missão.

 

#5 Departamento de operações

Ter dentro da franqueadora um departamento capaz de conseguir implantar em cada unidade tudo que a diretoria pensar no estratégico. Este departamento é responsável pelo relacionamento entre a franqueadora e as franquias e também pelo suporte ao franqueado. Por este motivo o profissional para está função precisa ter muita habilidade no trato pessoal, muito conhecimento técnico para que as franquias consigam crescer economicamente, além de gerir a equipe de consultoria de campo que é responsável em manter os padrões e procedimentos da franqueadora.

 

#6 Consultoria de Campo

O time de consultores precisa ter experiência relevante para fazer com que as franquias desenvolvam período a período. Este profissional tem que disseminar as boas práticas na rede de franquias, ser capaz de fazer análises financeiras assertiva, enxergar possibilidades de aumento de faturamento no mercado que a franquia está inserida, entre outras tarefas cruciais que mantenham a rede franqueadora em crescimento.

 

Vale à pena destacar que o motivo que uma rede de franquias não consegue se consolidar está exatamente em não fazer uma gestão de rede de franquias de forma profissional e eficiente. Ter um Diretor e um Gerente de Operações faz toda a diferença. Estes profissionais são pontos chaves que ao desdobrar as estratégias, saberão onde são os “gargalos” da operação e terão o diagnóstico do porque as unidades não estão atingindo seus resultados.

Muitas redes de franquias são geridas por seus fundadores, em alguns casos essas pessoas não estão capacitadas ou não conseguem agir de forma não emocional nas decisões da empresa.

Ser uma rede de franquias de sucesso depende 100% de como será feito a gestão. Quanto mais profissional mais chances de crescer e sobreviver frente a concorrência.  de sucesso.

Thiago Rufino
Thiago Rufino
Experiência sólida de mais de 10 anos no gerenciamento de franquias e varejo, atuando como como gestor regional de expansão de Franquias no grupo Pearson Learning Solutions, SMZTO e Griletto.

Comments are closed.