Entretanto, ao esmiuçar estes assuntos, sempre chegamos ao embate do franqueado versus franqueador. De um lado, o franqueador alega que o franqueado não tem perfil adequado. Não sabe vender, não sabe lidar com pessoas, não sabe gerir financeira e operacionalmente o negócio. Por outro lado, o franqueado alega:

Quem não recebe o apoio e suporte adequado da marca. Não tem treinamento, a marca é fraca, não ajudam a vender mais, não tem estrutura, não tem foco.

 

Nestes últimos tempos, tenho participado de intensas discussões sobre os motivos de insucesso de algumas redes de franquias. Durante os debates, ora o foco é direcionado à situação econômica do país, ora ao elevado custo de ocupação e de operação que as marcas vêm enfrentando.

Franqueado

Ser franqueado?

De fato, um dos requisitos mais importantes para credenciar uma rede de franquias ao sucesso é o perfil do seu franqueado. Na ânsia de ganhar escala com o negócio, muitos franqueadores optam por “baixar a régua” nas exigências durante a venda das franquias.

Aliás, este é um outro ponto que devemos refletir. De forma generalizada, o mercado trata o processo como se fosse uma venda, e não como um recrutamento. Qual é o tipo de franqueado que você quer casar?
Temos uma ajuda. Acesse: 9 dicas para escolher uma consultoria

Escolher bem o franqueado pode ser o início do caminho para o sucesso, pois como diz o velho ditado, um planejamento medíocre bem executado tem mais chances de sucesso do que um ótimo planejamento mal executado.

Portanto, levando em consideração que quem executa é o franqueado, ter bons franqueados, com certeza aumenta as chances de sucesso.

Franqueados

Em qual caminho ir

E diante de tudo isso, qual seria o perfil ideal do seu franqueado? Infelizmente, não existe uma única “receita do bolo”. Aqui você pode ter o apoio, acesse: GOAKIRA.com.br. Mas no geral, cada negócio necessita de um perfil de operador diferente. É importante você pensar nas seguintes questões antes de assinar um contrato de franquias:

 

  • Quais são as características que um franqueado tem que ter para ser bem-sucedido no seu ramo de atuação? Perfil comercial? Facilidade em lidar com pessoas? Ser disciplinado?
  • Ele possui afinidade com a marca?
  • Qual será a dedicação dele ao negócio? Integral, parcial?
  • Ele possui apoio de amigos e familiares? Possui outros sócios? Quem são e qual será a participação de cada um deles no dia a dia do negócio?
  • Em que região pretende abrir a unidade? Ele conhece e tem networking na região de interesse?
  • Ele está disposto a seguir os padrões e as regras estabelecidas pela franqueadora?

 

 

 

No outro lado da discussão, temos que refletir também sobre o apoio e suporte reivindicados pelos franqueados. Obviamente que parte das reclamações são procedentes, mas o que realmente acontece é um desalinhamento geral das expectativas entre as partes.

Durante o processo da “venda” da franquia, alguns franqueadores cometem o erro de não deixar claro o que será entregue para o futuro franqueado e quais são as responsabilidades dele para que o negócio tenha sucesso. Presenciei situações em que o franqueador dizia para o candidato: “fique tranquilo que iremos ajudá-lo! ”. O que é ajudar? Concorda comigo que é extremamente subjetivo?

Este mesmo franqueador recebeu uma ligação deste candidato meses depois pedindo para que ele enviasse o consultor de campo da franqueadora para cobrir as suas férias. Bem feito!

Há solução

Há outros casos, que como em qualquer outro mercado, tem os franqueadores mal-intencionados que prometem o que não irão cumprir. Imagina só uma pessoa que economizou o seu dinheiro a vida toda para realizar o sonho de ter o seu próprio negócio e “cai” em uma roubada destas? Simplesmente, lamentável!

Portanto, para quem quer franquear o seu negócio, pense bem no tamanho da responsabilidade que você tem. Se coloque na outra posição e sempre utilize o bom senso. Não faça nada ao próximo que você não gostaria que fizessem para você.

Para os que querem adquirir uma franquia, investigue e vá a fundo nas informações. Recrute o seu franqueador, pois atualmente temos mais de 3 mil marcas para você escolher. Tenho certeza que há uma adequada aos seus valores éticos e necessidades. Basta ter disponibilidade e paciência para procurar.

José Carlos Fugice Jr
José Carlos Fugice Jr
Administrador de empresas especializado em franquias e varejo com MBA em administração de empresas pelo CEAG FGV/SP, com experiência em mais de 150 projetos de franquias. É sócio-fundador da GoAkira Consultoria Empresarial.

Comments are closed.